__________________________________Direitos autorais: Autorizada reprodução dos textos, desde que citada a fonte.

27 de jun de 2011

Às vezes sou dia, às vezes sou nada...

Eu tô com saudades
Da nossa amizade
Do tempo em que a gente
Amava se ver
Eu não sou palavra
Eu não sou poema
Sou humana pequena
A se arrepender

Às vezes sou dia
Às vezes sou nada
Hoje lágrima caída
Choro pela madrugada
Às vezes sou fada
Às vezes faísca
Tô ligada na tomada
Numa noite mal dormida...

Paula Fernandes (Quero sim)

Nenhum comentário:

Postar um comentário