__________________________________Direitos autorais: Autorizada reprodução dos textos, desde que citada a fonte.

6 de abr de 2011

Don Juan conquistador


Em uma de minhas viagens... Ele veio, e eu nem o conhecia, saiu da minha vida naquele momento do mesmo modo em que apareceu. Questão de alguns minutos de uma noite quente e vazia. Conversamos pouco, deixamos tudo muito vago, sem tempo nem de ter aquela primeira impressão, mas me lembro de tudo como sendo hoje.

Depois desse dia, confesso que me esqueci daquela ocasião, até o dia em que ele reapareceu, não pessoalmente, desta vez, por esse incrível meio de comunicação que é a internet, isso foi quase um ano depois, lembramos um ao outro como tínhamos nos conhecido.  E passamos a ficar horas por dia na internet trocando historias de vida... Por ali sim, nos conhecemos mais do que naquela noite, há quase um ano atrás. Apaixonamos-nos e começamos a namorar.

Estava perfeito até então. Mas nele havia segredos, os quais ele tinha deixado de me contar. Tinha na vida dele uma historia inacabada. Ele desapareceu sem nada dizer. Como meio que indiretamente me dissesse: É às vezes o silencio diz tudo.




Tudo isso ainda dói muito, mas não tenho raiva, pois por mais que eu queria, não consigo ter ódio dele. Tinha de acontecer comigo, ele foi apenas o escolhido para me fazer passar por mais uma das tantas fases boas ou ruins de minha vida. "Fiz tudo certo, só errei quando coloquei sentimento."

Tem desculpa, mas não há perdão. quem perdoa esquece, e eu nunca vou esquecer.


"Tudo bem se não deu certo, eu achei que nós chegamos tão perto. Mas agora com certeza eu enxergo que no fim eu amei por nós dois." ♫

Aut. Loyanne Freire

Nenhum comentário:

Postar um comentário